phone green Tel: (21) 3197-0109
Cel: (21) 98325-5572 

Fisioterapia Respiratoria

A Fisioterapia Respiratória é uma especialidade da fisioterapia onde se utiliza exercícios e técnicas para o auxílio na prevenção e no tratamento de praticamente todas as doenças que atingem o sistema respiratório, como por exemplo a asma, bronquite, insuficiência respiratória sinusite, rinite, pneumonias, enfisemas, tuberculose dentre outras, proporcionando uma melhora na qualidade respiratória.

A respiração é um processo fundamental a vida. É nesse processo que ocorre a troca gasosa nos pulmões, ou seja, os movimentos de inspiração e expiração.

O nosso sistema respiratório esta exposto a diversos fatores lesivos que podem ocasionar importantes alterações, desde a função de troca gasosa, mecanismo de controle da respiração, mecânica respiratória e das funções metabólicas, levando o paciente a um quadro de sofrimento e de dor.

Para que ocorra uma integridade funcional do sistema respiratório é necessário que as vias aéreas estejam pérvias e limpas e para isso é necessário que ocorra uma depuração normal das vias aéreas.

 

 

Princípios da Fisioterapia Respiratória
Os princípios básicos que regem o tratamento da fisioterapia respiratória são em adaptar ou readaptar o individuo para uma vida social e compatível com o seu grau de disfunção pulmonar.

Fisioterapia Respiratória dispõe de métodos e técnicas manuais e instrumentais especializadas em otimizar o clearence mucociliar, prevenir a obstrução e o acumulo de secreções brônquicas, melhorar a ventilação, diminuir os gastos energéticos durante a respiração, manter a mobilidade da caixa torácica e favorecer uma maior efetividade da tosse para o paciente.

Os exercícios respiratórios são de extrema importância para o andamento do tratamento junto à aplicação das demais técnicas da Fisioterapia Respiratória. Os exercícios propõem a melhora na condição respiratória do paciente a partir da mobilização dos músculos ventilatórios que compõem seu sistema respiratório e pode ainda ser realizada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), incluindo aqui pacientes que estejam entubados, necessitando da ajuda de aparelhos para respirar.

A Fisioterapia Respiratória atua ainda como forma de prevenção para o aparecimento de complicações respiratórias dos pacientes, considerando principalmente aqueles que estejam internados e imobilizados. Esses certamente precisam realizar tanto a fisioterapia motora quanto a respiratória durante sua permanência no leito hospitalar, a fim de garantir a melhoria na condição geral do paciente por meio de técnicas que contemplem ambos os sistemas, respiratório e cardiovascular.

A Fisioterapia Respiratória  é muito vasta na prática profissional e atua no tratamento de pacientes de todas as idades com distúrbios pulmonares agudos ou crônicos. A Fisioterapia Respiratória não atua diretamente sobre o processo patológico, e sim no nível das limitações e incapacidades aumentando a independência e consequentemente a capacidade respiratória.

Objetivo:

O objetivo da Fisioterapia Respiratória não se restringe apenas ao tratamento, englobando também a prevenção às doenças respiratórias. Além disso, as técnicas aplicadas visam à liberação das vias respiratórias, a fim de retirar os impedimentos que o ar encontra ao passar por elas. O fisioterapeuta procura aumentar a capacidade ventilatória dos pulmões de seu paciente, utilizando-se de aparelhos específicos para a mobilização da secreção para facilitar a sua retirada.

  • Conscientizar o paciente sobre sua doença, prevenção, e tratamento;
  • Prevenir o acúmulo de secreções e promover a desobstrução das vias respiratórias;
  • Melhorar a resistência à fadiga e a tolerância aos exercícios;
  • Orientar sobre inalação, lavagens nasais, uso de bombinhas e exercícios para serem realizados em casa;
  • Realizar exercícios coordenados com a respiração, proporcionando alongamento e fortalecimento muscular;
  • Promover a correção das alterações estruturais e defeitos posturais;
  • Orientações sobre posturas adequadas e de relaxamento para serem adotadas nos momentos das crises.

Resultados

As sessões de fisioterapia são agendadas com horário marcado e realizados com a freqüência solicitada pelo médico. A maioria dos pacientes com problemas respiratórios adotam um tipo de respiração inadequada.

Na rinite/sinusite, geralmente é realizada pela boca devido à obstrução constante do nariz.

Na bronquite/asma, é utilizado a musculatura acessória e não os músculos principais, devido à obstrução dos brônquios.

A fisioterapia visa orientar o paciente sobre a maneira mais correta de respirar explorando a musculatura e a posição mais correta para isso. Com o uso regular e bem orientado dessas medidas, obtemos excelentes resultados, com melhora dos sintomas e espaçamento do intervalo das crises, proporcionando uma grande recuperação no estado geral do paciente.

Existe uma séria de doenças respiratórias e cada uma possui suas particularidades, que devem ser bem compreendidas pelo o fisioterapeuta responsável pelo seu tratamento:

  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (enfisema pulmonar e bronquite)
  • Doenças restritivas (escoliose, fibrose císica, sarcoidose, etc.)
  • Asma
  • Bronquiectasia
  • Pneumonia

É importante ressaltar que para se atingir resultados positivos faz-se primordial um amplo estudo do quadro patológico apresentado pelo paciente, além de uma criteriosa avaliação das condições clínicas desse indivíduo e do traçado de um plano de tratamento condizente com suas necessidades atuais.


ESPAÇO FERNANDA PERES
Rua Barão de Mesquita 727, salas 305, 404 e 405 - Tijuca, Rio de Janeiro - RJ
Venha nos fazer um visita!